Blog da Perestroika

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Mico Leão Dourado

Eu sempre achei que sempre houve um bucado de histeria em volta do assunto ecologia. Veja bem, não tenho nada contra a ecologia. Desde que ela fica na dela e não me incomode. Tipo, não quero que as árvores se fodam, que as calotas derretam, que as aves marinhas fiquem cobertas de óleo. Não quero que ninguém sofra e tals.

Mas tem gente que exagera muito.

Desde os primórdios da vida sobre a terra, muito animal já foi extinto. Já teve mais espécies extintas do que a soma de todas as que existem sobre a terra hoje. Fora os dinossauros, os mamutes e o homem-de-neandertal, tem uma pá de bixo que já era. E tá, estamos aí, vivendo numa boa. Ninguém morreu por causa disso, né? Fora quem morreu.

Mas tá. Tu tá aí, lendo o post, com certeza bem melhor que se ainda tivessem dinossauros na banda. A extinção é uma forma de evolução, eu diria. As galinhas, por exemplo, acho que já não precisamos mais dela. Já temos formas de carne mais evoluida. E esse negócio de querer ficar salvando todo mundo é não é muito natural. Talvez não seja nem muito ecológico.

Falando sério: o mico-leão dourado não vai fazer TANTA falta assim, né? Tem bastante macaco de diversos tipos pra cobrir por ele.

Alguém consegue me explicar por que tanta preocupação com os miquinhos?

13 comentários:

Delíricos disse...

eles rendem posts!

Maurício Antunes - epa!! disse...

que rendem posts sobre outros posts!

Ana disse...

segundo o meu amigo biólogo, o mico leão dourado é uma espécie símbolo p/ conservação, "pq pra salvar o mico ( que é bonitinho e tal) tem q conservar o habitat dele, q é a mata atlântica, e com isso preserva varias outras especies. Ele vive só nas florestas da mata atlântica"

Pinky disse...

Só que muito mais animais foram extintos por culpa unicamente nossa do que no resto inteiro da história.

E a grande questão dos micos é exatamente essa: eles não estão em processo de extinção por uma evolução natural, não é porque tornaram-se "obsoletos" e sim pela total falta de respeito que temos com o planeta.

M. Morem disse...

por acaso esse post é linkado com o professor novo?

perestroika disse...

Ok. Pode ser sim por causa do desrespeito. Mas é uma reação meio exagerada né? Acho que faz sentido o que a Ana colocou, de servir mais como um símbolo do que como uma causa realmente vital ligada diretamente ao macaco.

É diferente de acabar a água, certo?

Pinky disse...

Ok, acabar a água realmente nos afetaria mais diretamente e seria perceptível a curto prazo os danos causados. Mas fica dentro do que a Ana disse mesmo(eu tava escrevendo e não vi o dela antes de postar). A preservação do mico leva à preservação da mata atlântica, que leva a preservação dos rios que lá existem, que leva à conservação de água potável.

No final das contas a briga é uma só.

Maurício Antunes - epa!! disse...

com isso tudo, ja to loco pra ver o novo mico do circo!

"hoje o circo chegou por aqui e se mico vai eu tbm quero ir..."

g!panichi disse...

Quando eu li o título achei que era algo sobre campanhas que fizeram fiasco em Cannes...

Rech disse...

Poderia tanto ser o mico quanto uma minhoca.

Só que esse alarde todo tem que ser feito por que 99% das pessoas curte muito se fazer de surda quando o assunto é complexo demais pra ser mudado de um dia pro outro.

Por isso é bom que o mundo esteja cheio de pentelhos falando de aquecimento global e preservação de espécies a cada 42 segundos.

Se não fossem eles, muita gente - incluindo a gente, quase com certeza - acharia que é tudo uma onda de cientistas malucões. Como aqueles que estudam os efeitos da foto da Paris Hilton em ratos ( http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u343348.shtml ) .

Ou vai dizer que se não fosse esse bando de alarmistas alguém aqui teria notado um aumento de sei lá quantos graus na temperatura média do planeta?

gabe disse...

Que mania essa que o ser humano tem de achar que a sua vida vale mais do que de todos os outros animais. Que somos superiores a TODOS OS ZILHÕES de espécies do planeta, e eles têm que ser nossos subordinados. Ridículo, para não dizer patético. Por que a vida da tua avó vale mais que a do leão lá na africa? Se for seguir o mesmo argumento de "um a mais, um a menos não faz diferença", quem sabe um genocídio não seria uma boa? Porra, tá sobrando humano. Aliás, tem muito humano, que tá atrapalhando todas as outras vidas do mundo. Eu li que, assim como aconteceu com os dinossauros, daqui x anos, os seres humanos vão pro beleléu. Porque, simplesmente, a nossa sobrevivência depende da sobrevivência da natureza (fauna e flora). Quando isso ocorrer, tudo vai voltar a ser natural.

p.s.: eu sei que pra ser polêmico o post, mas quando mexem com questões ambientais, rapaz...

Maurício Antunes - epa!! disse...

...e que estão rendendo muitos comentários

Esses micos! Tc, tc, tc!

Caio disse...

Não dá para pensar os animais como pensamos os produtos, tipo, o walkman ficou obsoleto pq o discman chegou e depois o ipod, na natureza não é assim. É uma cadeia em que cada um depende do outro, e o Homem depende de todos eles para sobreviver. Desequilibrar a natureza é que nem derrubar aquele primeiro dominó da fila, todos vão caindo. Vide como ficou o Clima Global virou do avesso pq o Homem passou a influenciar de maneira negativa na Biosfera.