Blog da Perestroika

terça-feira, 20 de maio de 2008

Olympikus x Loctite

Quem acompanha as revistas de esporte, deve ter visto a nova campanha de Olympikus, criada para mostrar a tecnologia Tube. Ela veiculou no início do ano e mostrava corredores feitos de cerâmica se quebrando quando encostavam no chão. A forma - e conseqüentemente, a idéia - foi inspirada no trabalho de um artista que trabalha com fotos em altíssima velocidade.







Hoje, na capa do Ads of the World, foi publicada uma outra campanha, dentro da mesma linguagem, para um cliente de cola. E que certamente partiu da mesma referência. Vejam só.







É aquela velha coisa: com a internet, as referências estão aí pra todo mundo. E não tem o que fazer. Ou você usa rápido, ou sabe que alguém, do outro lado do planeta, pode chegar na mesma idéia. Ou na mesma forma - porque, nesse caso específico, as idéias até que são bem diferentes.

É óbvio que ninguém copiou de ninguém. Nem eles da gente, nem nós deles. É só mais um dos infinitos casos que acontecem diariamente. Acidentes de trabalho que normalmente incomodam os outros. Mas de vez em quando rolam com a gente também.

E quando acontece com a gente, o negócio é dar com os ombros e se esmerar no próximo job.

A moral da história é uma só: está cada vez mais difícil ser original.

9 comentários:

g!panichi disse...

Mas a produção daqui ficou bem superior que a da espanhola.

Lais Dornelles. disse...

e aqui vai o link do fotógrafo. moito bom.

http://www.martin-klimas.de/

Lais Dornelles. disse...

e ainda ontem eu sem querer, MESMO, cai no site desse fotógrafo e pensei "hmmmm, malandrinhos" e hoje eu olho no ads esse. tipo (!!!).

mas é totalmente compreensível e acho as duas campanhas ótimas e com idéias bem diferentes, mesmo bebendo da mesma fonte.

! \< & disse...

isso é original.

http://www.ambev.com.br/pro_05.htm

Conrado disse...

e agora as duas no ads?!

Anônimo disse...

a real é a seguinte: quando os gringos acham uma expressão artística e se apropriam dela, é referência. daí todo mundo diz que "os europes são mto a fudê, têm mta cultura, bebem de outras fontes".

quando a gente, aqui no RS, se apropria, todo mundo olha torto.

acho isso meio caranguejo gaúcho. em vez da gente ficar valorizando as nossas ideias, ficamos nos jogando pra baixo.

é mais ou menos o que o Marco falou: se não somarmos forças, nunca vamos ser um pólo de criatividade em propaganda.

o casso da dengarelli, que muita gente critica, é o melhor exemplo disso. tem gente que fica procurando, procurando, procurando problema. até achar. em vez de simplesmente aceitar que é um viral do caralho.

tg

Marco Bezerra disse...

Vais ser cada vez mais comum isso acontecer. E não somente com referências tão óbvias como a do fotógrafo. Muitas vezes chegamos a resultados quase idênticos sem uma base tão próxima. Apenas pelo fato de compartilharmos as mesmas coisas, como já foi falado.

Só vou discordar com g!panichi que disse que a produção da olympikus ficou melhor. Ficou muito boa, mas a gringa eu gostei mais. Achei que parece menos 3D. Por outro lado, no geral, gosto mais do anúncio gaúcho. Fica melhor com o produto da Olympikus. Redondinho.

Em todo caso também concordo com o Tiago. Tem muito nego procurando pelo em ovo. E não é só no RS meu amigo. Em São Paulo também. Pode apostar.

Anônimo disse...

Isso é um grande problema da publicidade atual... ou melhor, dos publicitarios atuais.
Realmente acho que ninguem chupou ninguem, mas ultimamente é só tu ver uma coisa interessante no FFFOUND e no outro dia vai ter alguem enfiando guela abaixo alguma arte exatamente igual só com um logo de um cliente.

Essa caça aos prêmios e da "beleza de direcao de arte" é a coisa mais normal do mundo, mas ta prejudicando a nossa propaganda! Nao sou nem um pouco saudosista quanto as propagandas que vemos nos anuarios de alguns anos atrás, mas é clara a diferenca de BOAS idéias para as atuais, quando vemos mais recursos do que conteúdo.

Uma bela producao, fotogragia ou recurso grafico tem tomado demais o espaco de ideias realmente criativas. Tanto é que vemos os mesmos anuncios soh que com clientes totalmente diferentes em um curto espaco de tempo. É chato, isso. é que nem aquele artista que nao lembro o nome, que fazia desenhos usando fita adesiva marrom... dois dias depois que aquilo se popularizou jah tinha uns 3 anuncios usando o mesmo recurso soh que com clientes bem distintos e intencoes de ideia tambem...

Todo esse blablablba que dei, na real nem sei bem direito o que quero dizer...
Só acho que as vezes deveriamos parar de olhar os blogs e sites de referencias, com mirabolantes grafismos e etc e voltar a pensar tudo do zero em coisas que realmente fariam diferenca pra qm olhar o produto final.

Valeu!

Ps; Nao sou estudante do curso mas acho do caralho essa escola... E volta e meia recebo dos colegas o link do blog aqui pra dar uma lida nos posts! As vezes concordo, outras nao! MAs com tudo na vida eh isso!
Enfim, vida longa ae a voces! Com certeza o mercado publicitario tera pessoas melhores e mais bem formadas!
Abraco e sucesso!

Gabriel

Anônimo disse...

Com certeza a assinatura igual, no canto inferior esquerdo, do mesmo tamanho, tambem foi coincidencia.