Blog da Perestroika

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Você provavelmente já viu este vídeo.

Mais de 26 MILHÕES de pessoas já clicaram NESTE link. Existem vários outros com outros 10 milhões de views. Então este vídeo não é novidade pra ninguém. Acho que eu mesmo já postei no blog. Mas vale ver de novo. Ao menos eu vi e me emocionei mais uma vez. O valor do talento é foda. É raro e mexe com qualquer um. Recebi o link numa troca de emails ontem com Marcio Fritzen e por isso estou postando. Pra que não conhece: o Fritzen é redator da DM9, Young deste ano por SP -só 8 vagas-, ganhou dois Leões no ano passado e é uma das pessoas mais gente boas que a vida me apresentou. Um irmão de verdade. Pois ele vai escrever com exclusividade para o blog assim que voltar de Cannes contando tudo que viu por lá.

11 comentários:

! \< & disse...

F O D A

Gabi Elias disse...

veio numa boa hora.

Anônimo disse...

Cara, assim como Simon, eu tb achei absolutamente fantástico.

tg

Ljnkä disse...

eu choro sempre que vejo...
postei já esse vídeo em tudo que é lugar, auhahuahua...e baixei o cd dele ;)


bjos

! \< & disse...

a cena do jurado com o lápis na boca, meio não acreditando que o cara vai cantar uma música erudita, quando ele começa a cantar, é algo.

primando disse...

Dá vontade de socar os jurados, quando o cara fala que veio pra cantar ópera.
E depois com a música, esperando ele começar, tipo "que saco, mais um idiota, anda logo com isso..."
E quando ele começa a cantar dá pra ver claramente ela engolindo em seco.
Soco no estômago.

É irônico ver como as pessoas normalmente preferem julgar alguém sem nem ao menos dar a chance de conhecer um pouco dela antes.

Inspirador.
O talento te leva pra qualquer lugar. Pra onde você quiser.
É só correr atrás.

Ljnkä disse...

é, Ike, o Simon,literalmente, deixa o queixo cair e não consegue disfarçar...eu amo a parte que as pessoas se levantam pra aplaudir no meio da apresentação

...ai ai, nessum dorma é demais...essa música tem um poder absurdo.

! \< & disse...

sim. O velho ditado de não julgar um livro pela capa.

Marco Bezerra disse...

Caralho. Eu não conhecia.
Arrebenta com os chorões.
Coitada da Amanda.
A mina se abala muito.

Musica erudita é foda. Fudido.

Kroeff disse...

Tive que segurar os zóio pra não ganhar um daqueles apelidos vitálicios aqui na agência euahaeuuaeh é como se fosse um daqueles filmes que o cara só se fode e todo mundo acha que não vai dar certo e no fim dá. Só que faz tudo isso em 4min e é verdadeiro. Beijotchau

PS: A mina foi de "gordo desdentado" pra "me come?" em 5s.

cassio disse...

Esse video é muito afudê!
sempre bate a emoção