Blog da Perestroika

quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Documento histórico. Ainda sobre o Marco Loco.

Sempre acreditei que por qualquer lugar que as pessoas passem
elas têm que fazer história. Pra mim, é pensando assim que se faz coisas relevantes.
Há mais ou menos 10 anos, o Marco entrou na Escala e mostrou essa ilustração como portfolio. Nesse dia ele começou a fazer história lá.



Não sei como, mas ainda bem que deram estágio para ele.
E também não sei por que, pedi uma cópia da ilustração de presente.

Hoje tenho certeza que ele entrou lá porque conquistou todo mundo com o carisma, a espontaneidade e principalmente pela originalidade dele.
Foi a úncia pessoa que mostrou uma pasta diferente das que todos estavam acostumados a ver. Foi quem trouxe coisas novas.

Onde que eu quero chegar com esse post? É o seguinte: sejam sempre originais, façam coisas que nunca foram feitas. Hoje entendo que aquela ilustração mostrou coragem, personalidade e uma boa dose de cara-de-pau.

Um portfolio que começou com um desenho de brincadeira, agora tem trabalhos de cliente como Adidas, PlayStation, Apple, Absolut e Pedigree, que são o sonho de qualquer criador.

Por algum motivo (talvez inconscientemente eu sabia que aquele guri ia longe), guardei o presente até hoje.


PS: Marco, se por acaso você ler o post,
um abração e muito boa sorte na Alemanha.

5 comentários:

Marcelo Jung disse...

Põe cara-de-pau nisso!
Afude a ilustração tb.
Essa era uma entrevista de estágio que eu ia querer assistir...
aauhuahahuaha

Abs

Marco Bezerra disse...

Caralho RAFA!!!!! Brilhou muito nessa! Nem me lembrava que tu tinha uma cópia! Fuuuudido. Agora teus alunos vão mandar uma caixa cheia de merda para superar!

lucas aluno da Perestroika disse...

O cara aqui em cima é foda, mesmo!
Primeiro uma mulher limpando o cú na parede. Depois esse comentário ainda mais cara de pau...

Pô Marco, manda um pouco da tua originalidade aqui pra baixo!

loka disse...

O legal é ser doente...
Beijos
Kika Bezerra

Anônimo disse...

isto é uma hipocrisia. ninguém que mostrasse este desenho hoje, seria admitido em um estágio, seja na agência mais furreca que fosse. pagar pau pra originalidade disto é papo pra boi dormir. se o autor hoje é um criativo renomado, ou se sempre foi um cara originalíssimo, é outra história. o fato é que com este trabalho não se entra em lugar nenhum.