Blog da Perestroika

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Um banquinho e uma estagiária

Essa não é necessariamente o segundo passo para construir uma sede. Mas no nosso caso, foi.

Se você vai receber alunos na sua nova sede, que ainda não está pronta - pelo contrário, as obras estão apenas começando - ou pela simples possibilidade de ter que receber fornecedores para fazer orçamentos e/ou acompanhar a obra, é fundamental que exista lá uma cadeira.

A Majda - funcionária número 1 da Perestroika - sofreu em silêncio ao longo de duas semanas, sentando-se no chão, escorando-se nas paredes e inventando novas formas de se acomodar. Mas os problemas acabaram. Agora, Majda senta-se e reina sozinha na nova sede da Perestroika.


* * * * * * * * * * * * *

Para acompanhar todas as dicas da Cartilha da Obra, clique no tag "Obra" no menu ali na direita. Ou aqui embaixo.

6 comentários:

Guile Grossi disse...

Pelo menos a mesa de trabalho dela é a única com torneira

Marcelo Jung disse...

Ela tá procurando o Anselmo pela janela?

Gabi Elias disse...

Tá vendo se acha o Panichi.

g!panichi disse...

Minha casa é pro outro lado.

Não só pia, Guile, como uma coifa para fogão! Tudo que qualquer funcionário da Perestroika precisa!

g!panichi disse...

Ah não, é praquele lado mesmo.
To abanando da janela la.

lucas m disse...

Quando quiser me sentir em casa,
é só eu olhar pra coluna laranja.