Blog da Perestroika

segunda-feira, 14 de julho de 2008

A primeira vez em Cannes.

Já falei pra vocês do Márcio Fritzen. Amigo meu, do Rafa, Tiago e Felipe.

Eu e o Bohrer trabalhamos juntos com ele na DCS algum tempo. Passei uma virada de ano em Floripa com ele e mais uma galera. Muita história pra contar.

Coração bom, irmão mesmo, que está fazendo bonito na DM9.
Dois Leões em Cannes 2007, Young 2008 por SP.

E é sobre o festival deste ano, conforme já havíamos prometido aqui mesmo, que ele escreve. Interessante e divertido. Aproveite.

___________________________________________________

A PRIMEIRA VEZ EM CANNES.
De Márcio Fritzen exclusivo para o BlogPerestroika.



Eu prometi um texto para a Perestroika falando de Cannes 2008. Mais um pouco fica para Cannes 2009.

Mas enfim, aqui está.

Na verdade, o que escrevi tem bem menos qualidade e conteúdo do que alguns textos que já vi nesse blog.

Peço desculpa também se está tudo fora de ordem.
Mas acho legal que é um texto para todos.

Os cedefes ganham considerações, comentários e percepções sobre o festival.

A turma do fundão, dicas de baladas, festas e outras curtições.

Eu ganho lembrando dos melhores 9 dias da minha vida.



BALADAS OU PALAIS? OS DOIS.

Um dia antes do festival tem balada.

No primeiro dia do festival tem balada.

No dia seguinte tem balada.

No último dia do festival tem balada e tem também aquela dor de cabeça que te faz prometer não beber mais.


É muito louco porque todo dia tem a melhor balada da sua vida.

E todo dia tem também coisas imperdíveis no Palais, onde rola o festival.


Todo dia você pode ver um anúncio que nunca imaginou fazer.

Todo dia você pode ver um filme que te dá inveja.


Por tudo isso, deixe para dormir no avião.



FODÕES.

Uma das coisas mais legais de Cannes é o contato que você tem com as feras da propaganda mundial.

Você pode estar sentando ao lado do Nick Law e do Bob Greenberg, os caras que criaram o Nike Plus.


Os caras que você admira estão lá. Os nomes que você leu nas fichas existem.

Com isso não estou dizendo que você deve encher o saco dos caras. Nem puxar.


Mas pode rolar um papo.


Quem sabe entender como determinada idéia foi realizada.

Ou até mesmo mostrar a sua pasta se for oportuno. Eu disse, se for oportuno.



BIRITA NA FAIXA.

Existe um lounge chamado JCDecaux que fica na Croisette. Lá pelo posto 14.

Nem todo mundo conhece esse espaço. A JCDecaux é uma puta empresa de mídia exterior na europa.

O trabalho dos caras é bem legal.


Mas vamos ao que interessa: lá dentro é tudo liberado. Desde acepipes até champanhe.


Tem dias que lota o tal do JCDecaux e ninguém mais entra.


Aí, se você for cara de pau como eu pode entrar pela praia.

Tipo como se estivesse de passagem e quando viu, entrou e já está lá dentro.



PALESTRAS E WORKSHOPS.

Adorei a palestra do David Droga da Droga5. Se você não conhece o trabalho do Droga, acesse www.droga5.com.

Pelo site já dá pra sentir o quanto é incrível.


Outra palestra que não tinha necessariamente a ver com propaganda foi a do Tony Bennett.

Por não ser um cara de propaganda eu já achei a idéia legal.


O tema era a importância da música para as marcas. Foi bacana. O Tony é uma figura.

Parece um mafioso. Sem falar da napa. Que baita napa…


Também vi a palestra do Alexandre Gama sobre o case do Bradesco e a preocupação com a conservação do planeta.

Interessante e super em cima do que a gente tá vivendo.


Outro workshop que participei aconteceu onde eu estava hospedado, no hotel Atlas.

O porteiro, o Alain, me ensinou a abrir um champanhe com uma colher. E sem deixar a rolha cair no champanhe.

Uma mistura de “Se vira nos 30” com “Isso é incrível”.


Não aprendi porque já tinha bebido uma garrafa de champanhe antes.

Mas o Alain ainda está lá para ensinar quem quiser aprender.



COMPETIÇÃO DOS YOUNGS.

Achei foda a rotina dos youngs que competem. Eu gostaria de competir. Acho uma puta oportunidade.

Mas você aproveita bem menos o festival.


Ganharam uns argentinos da BBDO em filme. Sempre os argentinos em filme.

O briefing era o briefing do momento: Como curtir a vida sem ferrar o planeta?

O Brasil ganhou em internet. Sempre os brasileiros em internet.



HOLANDÊS QUE É MALANDRO.

Os youngs da Holanda é que são espertos. Os caras criaram uma festa que virou febre.

A bebida é bem cara e eles faturam alto.

Para você sacar a organização da delegação holandesa, eles têm até um buzão.





VIRAIS. NÓS AINDA VAMOS APRENDER A FAZER.

O Brasil não emplacou nenhum trabalho na categoria Viral Video. Um vídeo da Dm9 deu na trave. Bem legal:




Acho que muita gente ainda não entendeu o que é um viral e deixa a coisa muito comercial. Aqui tem alguns virais que ganharam Cannes esse ano:

http://www.simviral.com/2008/06/cannes-lions-2008-vencedores-de-viral-video/



CHORA NA CAMA QUE É LUGAR QUENTE.

Todo mundo apostou que o GP de Film seria "The Key" para Freixenet, criado pela JWT Espanha, de Barcelona.

Mas levou apenas prata.


Olha a peça:




Isso mostra como o festival às vezes é imprevisível. E cruel.

Quem dirigiu esse filme foi nada mais, nada menos do que Martin Scorsese.



GP POLÊMICO.

O Grand Prix da categoria Film no Cannes Lions 2008 foi para o filme Gorilla, da Fallon de Londres, criado pelo argentino Juan Cabral para os chocolates Cadbury.

(Um parentese no parágrafo: se você não conhece o Juan Cabral, vai atrás. Ele criou os filmes de Bravia e tem vários outros trabalhos geniais.)

Quando o Gorilla passou no Palais, ninguém aplaudiu loucamente. Nem vaiou.


Todo mundo gosta. Mas muita gente questiona se não poderia assinar qualquer cliente.



GP DE PRINT.

O GP de print desse ano foi a peça de Energizer. A criação é da DDB Africa do Sul.

Deu o maior barulho, porque parece que tinha uma campanha da TBWA Cingapura

com o mesmo conceito que foi short em 2005.

Aqui dá pra ver as duas peças:
http://www.ccsp.com.br/ultimas/noticia.php?id=32675



GP DE ACTING.

Por favor, confira.



Esse garoto é incrível.

E os dentes do Bob Esponja?

Levou ouro em film.



GP DE...DEIXA PRA LÁ.





TITANIUM LIONS.

Essa categoria é fascinante. Só grandes idéias. Não tem fantasma.

É idéia do caralho e de verdade. E quem julga são as mentes mais brilhantes da propaganda mundial.


O trabalho de Halo 3 me deixa sem palavras. A produção…o conceito…


Vai na veia, mergulha nesse universo do real x virtual.

Você precisa ver. Vai atrás. Foi o GP.



PRICELESS.

Dar uma volta de Ferrari no circuito de Mônaco da F1. É o horário nobre da vida!

Mostre para o Rubinho como se faz.

São oitenta euros com você no comando e um mala do seu lado falando "Slow..slow..."



A CASA DO PIERRE CARDIN CAIU.

A festa mais alucinante em Cannes 2008 foi a do Terra.

Show do Morcheeba na faixa no lugar mais alucinante que já eu vi. A foto fala melhor do que eu sobre a casa-nave-disco-voador do Pierre.







A festa da Microsoft também foi incrível. A pista rodava. Sério...

Tá duvidando? Botei no youtube. Dêem uma olhada.

Detalhe: eu sou o louco gritando ao fundo.






O RETORNO.

Voltar não é fácil.

Ao mesmo tempo, quando você volta, Cannes te impulsiona.

Deixa você mais cascudo. Não deixa você ir na primeira idéia.

Faz você pensar mais.

Você volta com a vontade de fazer.


Ano que vem espero vê-los em Cannes.

Eu vou estar lá.

Um pouco menos nas baladas. Bem mais no Palais.

Mas ainda podemos tomar umas.

3 comentários:

Gabriela Souza Gomes disse...

Procurarei o Alain. :)

Fantoni disse...

Márcio, blz?!
Valeu por ter trazido um pouco das maravilhas do festival até nós!

Cara, queria te perguntar uma coisa: tu tem idéia qto custa pra ir a Cannes? contando passagens, hotel, algumas festas, alimentação...Pode ser um valor estimado mesmo, só pra eu ter uma noção...

Valeu!
Abraço!

Marcio disse...

É outro Márcio mas tb sei, velho.
Inscrição: 1000 euros para menores de 28 anos.
Hotel: depende do teu grau de exigência. Procura Hotel Atlas Cannes no Google e tu vai ver qnt custa. É onde os Youngs ficam. Perto do Palais, tu conesegue chegar em todos os lugares caminhando. No site do festival (canneslions.com) tu vai te achar. Se tu for pra viver o festival tu vai gastar pouco com rango ao meio-dia. Então um cálculo de 60 a 80 euros por dia de alimentação te basta ou sobra. Festas: a maioria é na faixa pra entrar, mas depois tu paga o trago. E é caro. CUsta tipo 7 euros uma cerveja. Passagem: Por uns 1000/1200 dólares tu faz isso.
Abrs.